terça-feira, 26 de julho de 2022

Lançamento do livro "Primeira Instância"


Decorreu na Assembleia Figueirense  o lançamento do  livro “Primeira Instância” da autoria de Pedro Nuno Pinto, no  sábado dia 23 de Julho pelas 16h30.

A apresentação contou com a presença do escritor Figueirense Nuno Camarneiro, detentor do prémio Leya 2012.

O autor Pedro Nuno Pinto nasceu em 1966 em Coimbra, cidade onde estudou e viveu até 2002, ano em que passou a residir na Figueira da Foz e aí criou novas raízes. Tem desenvolvido o seu trabalho em diversas áreas do património cultural, natural e científico sobretudo ligado às Ruínas de Conimbriga, ao seu Museu Monográfico e ao território envolvente deste sítio arqueológico, tendo como base a dinâmica autónoma e colaborativa da respectiva Liga de Amigos: turismo, guionamento, divulgação do património cultural e natural, projectos de educação ambiental, organização e planeamento de formação contínua e profissional, actividades de comunicação de ciência, apoio a diversos estágios. Este é o seu primeiro livro.

domingo, 24 de julho de 2022

 

Campeonato Nacional de Xadrez da 1ª. Divisão

Nunca um Campeonato Nacional da 1ª Divisão foi tão renhido e a edição de 2021/2022 ficará para a história como a mais competitiva e emotiva de sempre.

A equipa da Assembleia Figueirense classificou-se na 6ª. posição, garantindo a sua permanência na 1ª. Divisão Nacional. A equipa foi constituída pelos seguintes jogadores:

 1 (  911) Galego, Luis Miguel Araújo Brito
 2 (28537) Salvador Del Rio, Gabriel
 3 (41238) Oratovsky, Michael
 4 (23195) Vassallo Barroche, Maurício Flávio
 5 (15271) Oralová, Catarina dos Anjos de Almeida Leite
 6 (  611) Felizes, Paulo Alberto Barbosa de Almeida
 7 ( 5311) Babo, Miguel Carranca Feio
 8 (12553) Marques, João Paulo Correia Veloso
 9 (44640) Sousa, Francisco Miguel da Gama

Num campeonato da 1.ª Divisão, a festa de uns é a desilusão de outros. Três das 10 equipas da prova desceram à 2.ª Divisão, precisamente as três que haviam ascendido na temporada passada. São elas, a Académica de Coimbra, o NS São Miguel e a EX Porto/Colégio Efanor.

            (Luís Galego - A. Figueirense)


domingo, 17 de julho de 2022

 Nacional da 1.ª Divisão já se joga no Centro de Arte de Ovar

A luta pelo principal título nacional coletivo de xadrez já começou nos tabuleiros da sala de exposições do Centro de Arte de Ovar.
Em ação estão 10 equipas, algumas delas apetrechadas com xadrezistas da elite mundial. Nesta primeira ronda temos 17 grandes mestres a jogar, um registo que atesta bem da qualidade deste campeonato da época 2021/2022.
A primeira jornada envolve os seguintes encontros:
GD Dias Ferreira-CX Montemor-o-Velho/CTGA;
Estrelas S. João de Brito-EP Gaia/Clube de Xadrez;
A XAT Montemor-o-Novo-EX Porto/Colégio Efanor;
A. Académica de Coimbra-NS São Miguel;
AX Gaia-Assembleia Figueirense.



quarta-feira, 6 de julho de 2022

 Olimpíadas: seleção absoluta é a número 55

05/07/2022

A Federação Internacional de Xadrez (FIDE) já encerrou o período de inscrições para a 44.ª edição das Olimpíadas, que decorrem entre 28 de julho e 9 de agosto, em Chennai (Índia), confirmando também as respetivas escolhas das várias federações nacionais. Assim, o torneio absoluto conta com a presença de 188 seleções, entre as quais a de Portugal, que parte com o número 55 do ranking.

Após a convocatória do selecionador nacional, o mestre FIDE António Pereira dos Santos, e definida a confirmação da disponibilidade dos xadrezistas, o conjunto absoluto de Portugal contará com os seguintes cinco elementos:

- GM Jorge Ferreira (GD Dias Ferreira)

- GM Luís Galego (Assembleia Figueirense)

- MI André Ventura Sousa (EP Gaia/Clube de Xadrez)

- MI José Francisco Veiga (A.XAT Montemor-o-Novo)

- MF José Guilherme Santos (GX Alekhine).

O capitão de equipa será o mestre nacional Henrique Galvão.

Com um conjunto equilibrado, que mistura a experiência com a juventude, Portugal tem como principal objetivo obter um lugar no top-50. Caso as condições o permitam, também será possível que os dois mestres internacionais lutem por normas de grande mestre e que José Guilherme Santos lute por uma norma de mestre internacional.

No conjunto luso, Luís Galego é o mais experiente, pois vai para a 15.ª participação em Olimpíadas. Jorge Ferreira e André Ventura Sousa jogarão pela terceira vez, enquanto José Francisco Veiga e José Guilherme Santos são estreantes neste tipo de Olimpíadas, mas já representaram Portugal em duas Olimpíadas de Sub-16.

Dada a ausência da Rússia (por imposição da FIDE) e da campeã em título China (por opção dos chineses), os grandes favoritos ao triunfo são os Estados Unidos, que defendem a posição de primeiros no ranking das seleções.

De referir a presença do campeão do Mundo Magnus Carlsen na competição, na defesa do primeiro tabuleiro da Noruega.

A comitiva lusa parte para as Olimpíadas no dia 27 de julho e regressa ao nosso país no dia 10 de agosto.

As Olimpíadas constam de 11 jornadas, uma por dia, sempre às 15 horas locais (10.30 em Lisboa), à exceção da 11.ª e derradeira ronda, que se realiza a partir das 10 horas locais (5.30 h em Lisboa). Em 4 de agosto não haverá ronda, pois o dia está reservado para o descanso.